Cursos, Laudos e Treinamentos em Segurança e Saúde do Trabalho

Conheça as cargas horárias e validade dos cursos de segurança do trabalho

Se manter atualizado na área de segurança do trabalho é algo mais que importante para se ter um bom desempenho, é obrigatório pois faz parte das exigências das NRs. Por isso é necessário manter os seus treinamentos e o da sua equipe em dia, nesse post vamos te ajudar a se planejar para isso.

Qual a diferença entre as cargas horárias?

Se você é um profissional de RH e precisa marcar o treinamento para os funcionários, saber essa diferença é algo determinante para que possa se programar da maneira adequada.

Ao procurar um curso você provavelmente vai se deparar com cargas horárias diferentes para o mesmo treinamento, isso porque cada uma cumpre com uma exigência das normas regulamentadoras, a diferença vai focar se o curso será de formação ou de reciclagem.

Curso de formação pode ser de dois tipos:

  • Certificação para técnicos: aqui o técnico em segurança do trabalho faz a especialização em algum treinamento ou máquina para que possa ministrar treinamentos.

  • Curso de formação base: primeiro treinamento para capacitar os funcionários para realizar determinada atividade ou a manobrar um equipamento, como cursos de trabalho em altura, operador de retroescavadeira, etc.

Cursos de Reciclagem Como o nome indica, aqui os funcionários já possuem o curso base e realizarão uma reciclagem dos conceitos e práticas.

Validade do curso

Dessa forma podemos dizer que cada curso possui uma carga horária proporcional a sua finalidade. Os cursos de formação base vão exigir, naturalmente, mais tempo para o aprendizado em comparação a um curso de reciclagem.

A validade do curso se refere a periodicidade que o profissional deve rever a teórica e prática. Esse período varia conforme o curso, geralmente entre 1 a 2 anos. Isso garante que o profissional se mantenha capacitado e atualizado, também para que tenha um melhor aproveitamento no trabalho.

Vale lembrar que cada atividade ou máquina exige um tipo de treinamento específico, logo cada segmento do mercado pode exigir do profissional mais de um tipo de treinamento.

Quais são as cargas horárias dos cursos de segurança do trabalho?

Agora que falamos sobre a diferença nas cargas horárias você vai conseguir se programar muito melhor a respeito, seja para sua especialização ou para preparo dos funcionários da sua empresa. Separamos aqui uma lista com alguns dos principais cursos da área e a carga horária média oferecida nas instituições.

CURSO Curso Base Reciclagem Validade
TRABALHO EM ALTURA 8 horas 8 horas 2 anos
TRABALHO EM ESPAÇO CONFINADO 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE PLATAFORMA DE TRABALHO AÉREO 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE ESCAVADEIRA HIDRÁULICA 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE TRANSPALETEIRA 8 horas 4 horas 1 ano
OPERADOR DE EMPILHADEIRA 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE REBOCADOR INDUSTRIAL 16 horas 8 horas 1 ano
MANIPULADOR TELESCÓPIO 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE PONTE ROLANTE 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE MUNCK 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE GUINDASTE 16 horas 8 horas 1 ano
CURSO DIREÇÃO DEFENSIVA 8 horas 8 horas 1 ano
CIPA 20 horas 20 horas 1 ano
Uso de EPI 8 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE TALHA ELÉTRICA 8 horas 4 horas 1 ano
OPERADOR DE MOTO NIVELADORA 16 horas 8 horas 1 ano
OPERADOR DE TRATOR AGRÍCULA 16 horas 8 horas 1 ano
PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS - PPR 8 horas 4 horas 1 ano
MONTAGEM DE ANDAIME 16 horas 8 horas 1 ano

Ficou com dúvida ou quer saber onde fazer os cursos, manda uma mensagem para gente.

Aproveita para conferir nossas dicas dos cursos mais exigidos pelo mercado.